empresario

Nem imaginei que ia chegar no post 10. Isso pra mim é uma vitória. Eu odeio escrever. Meus emails tem 3 linhas normalmente, porque é chato pra cacete ler email. Ainda mais quando você recebe um catupilhão por dia.

Eu tenho uns 8 anos de vendas e nessa trajetória eu criei um jeito de fazer que chamo de HyperSale. No fim das contas é apenas um nome bonito, porque eu considero muito das dicas que dou nele puro bom senso de vendedor.

Em homenagem ao post, aqui vou dar 10 snippets do método que eu uso — aqui vão os primeiro 5, porque escrever 10 agora vai ser cansativo demais.:

  1. A melhor venda é aquela que você não vende nada, só ensina.

“Como assim, Babacão Rei?”

Porra, o que eu falei de você me chamar assim? Nem me pagou a cerveja ainda. Enfim, todo mundo quer resolver uma dor fodida quando me chama pra reunião. Eu tenho duas opções:

  • Falo de mim, falo da empresa, falo de produtos, ouço o problema, digo que posso resolver, peço pra mandar proposta, vou embora e tomo no cu.
  • Cumprimento, tomo café/água, bato papo pra conhecer o ser humano comigo, me apresento, apresento empresa, ouço o problema dele, falo como ja vivi aquele problema, conto como eu resolvi dando passo a passo e o máximo de conhecimento possível, pergunto se ele ainda precisa de mim pra resolver o problema, mando proposta e fecho.

Needless to say que a ultima forma de venda é a melhor possível, afinal TODO CLIENTE QUER SER EDUCADO E É INTELIGENTE PRA CARALHO. Ainda sim, é importante frisar que…

2. Compartilhe apenas de suas experiências numa venda, NUNCA, eu repito, NUNCA, diga o que o cliente tem que fazer sem antes entender a fundo o problema.

Síndrome do Consultor de 30 minutos. Também conhecido como o ejaculação precoce do Diploma… Porra, nenhum problema é resolvido direito em 30 minutos. Primeiro porque você não tem o entendimento completo de todo o cenário, segundo que se fosse passível de resolver em 30 segundos o cliente nem precisaria de você.

FALE DAS SUAS EXPERIÊNCIAS! Um case seu bem contado vale muito mais do que você dar uma de Falconi na mesa e dizer coisas que podem não dar certo.

# Insight: Venda seu projeto inovador!

Guia de Inovação

 

3. Saiba seus Argumentos Matadores (Killer Arguments TM)

Papai não sai de uma reunião sem usar bons argumentos matadores. Eles são aqueles que mostram porque você é o Alfa dos Alfas. Lá na empresa temos alguns, mas o que mais gosto é de citar que fomos selecionados como Endeavor Promessas, por sermos empreendedores de alto impacto e crescimento.

Alguns outros exemplos que gosto de usar:

  • Ganhamos o prêmio alta gestão;
  • Somos consultores de empreendedorismo da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro;
  • Ganhamos Moção de Louvor por trabalhos prestados ao empreendedorismo no Rio de Janeiro;
  • Temos um portfolio de empresas que soma algumas dezenas de milhões;
  • Somos considerados a Tropa de Choque da tecnologia para empresas de alto crescimento;

Importante: não pode mentir e inventar historinha, senão você é desmascarado com um Google e vai passar vergonha.

4. Fale devagar, com calma, eloquência e sorria.

Normal ficar com cagaço em reunião por diversos motivos. As vezes é porque estamos cansados, ou pilha de nervos, ou desligados, ou tem gente demais na sala, ou o CEO da empresa parece um tubarão martelo e trouxe 30 pessoas pra sentar na mesa, contra você sozinho. A forma que encontrei pra resolver isso é são aqueles pontos ali de cima.

Quando falo… mais devagar.. as coisas… ficam muito mais fáceis… de se pensar… raciocinar… e estruturar na hora de uma venda. Posso rebuscar mais as palavras, entonações e olhar para as pessoas na mesa.

Se sorrir então, pá-puft. Todo mundo gosta.

5. Ouça bastante

Normal da gente é querer falar o tempo todo. Ainda mais quando a gente fica confortável. A questão é, quando algum cliente me chama pra reunião, por mais que ele queira falar, sei que ele vai querer me ouvir. Então eu fico quieto e escuto o tempo todo filtrando o máximo de informação possivel e matando os demônios que me dizem: “FALA ISSO AQUI CARA” — aí eu vou lá e falo:

“QUIETO DEMÔNIO, DEIXA EU OUVIR, PORRA.”

E quando meu cliente se cala, eu efetivamente começo a falar.

— — — — — — — — — — — — — — — — — — —

Enfim, to cansado. Chega de escrever.

Deixe um comentário